Em casa, presidentes de companhias tecnológicas limitam acesso de seus filhos a eletrônicos