O divórcio, suas vítimas e o Reino de Deus – parte 1

2 comentários sobre “O divórcio, suas vítimas e o Reino de Deus – parte 1”

  1. Olá, primeiro gostaria de elogiá-los por apresentar um assunto tão importante mas tão desvalorizado em nossa sociedade ocidental.

    Gostaria de deixar meu testemunho pessoal breve: Tenho 28 anos, sou filho de um casal que se divorciou a 22 anos e posso afirmar que até hoje esta quebra de aliança é motivo de brigas e afastamento de todos os membros daquela grupo de pessoas que um dia foi um Família. Todos estamos quase que ‘obrigatoriamente’ afastados por motivos que sempre renascem com o tempo.

    Como Cristão e filho, sempre desejei o perdão e paz, mas nunca encontrei rescíprocidade daqueles que são não cristãos.

    Gostaria mesmo de entender mais sobre este assunto e saber se há alguma quebra de alinça que se tornou em paz para todos. Pessoalmente nunca encontrei um caso em que o divórcio culminou em paz e alegria.

    Abraço

    1. Estimado Germano. Em nosso trabalho de alguns anos com aconselhamento e terapia familiar entre membros de religiões cristãs, também não vimos experiências de divórcios terminados em paz e alegria. Pelo menos não para todas as quatro partes diretamente envolvidas: o casal, filhos e parentes.
      Nosso objetivo com os artigos é exatamente chamar a atenção para essas verdades. Ao mesmo tempo, esperamos provocar um clamor no meio do povo de Deus para que o Espírito Santo venha trazer cura e restauração para as famílias que sofreram ou sofrem com o divórcio. Obrigado pela contribuição e por estar nessa luta. Continuem firmes no Senhor Jesus e em seu propósito ogirinal.

      Carinhosamente,
      Juarez e Maria Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.