O Caminho do Senhor e o caminho do ímpio

No livro do profeta Isaías lemos: “Buscai ao senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio os seu caminhos e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos” (Is 55:6-9).

Ímpio é aquela pessoa que conhece o Evangelho, mas dá um péssimo testemunho na sua maneira de viver. Não vive o Evangelho. Não pratica o que os Evangelhos ensinam. E Jesus fica muito triste com essa atitude.

Deixe o ímpio o seu caminho. Abandone as coisas erradas. Volte para o Senhor que é grandioso em perdoar. Venham viver uma nova vida com o povo de Jesus que oferece um caminho sublime, excelente, mui lindo e cheio de surpresas agradáveis. Há, porém, uma porta estreita, “porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela. E porque estreita á a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontram”(Mt 7:13-14).

Há um caminho largo e espaçoso. Neste caminho você encontra tudo o que o homem pode desejar: vícios e pecados de todas as espécies: malícia, prostituição, adultério, estupros, maldade, devassidão, roubos, bebedices, mentira, palavrões, sexo livre e muitos outros. É por causa destas coisas que o apóstolo disse: “o mundo jaz no maligno” – o mundo, esta é a disposição das hostes malignas (I Jo 5:19). Há o caminho das drogas que provoca um desequilíbrio emocional. A pessoa perde a capacidade de decidir por si própria. Conseqüentemente ela passa por labirintos confusos que terminam num abismo chamado inferno. A pessoa passa a ser um dependente inveterado do vício. E lógico que este não é um bom caminho. Por esta razão, o Senhor avisa: “os meus caminhos não são os teus caminhos e os meus pensamentos não são os teus pensamentos”. O caminho do Senhor é de santidade e de autoridade espiritual, livre de vícios e pecados e de todas as coisas das quais Deus não se agrada, como disse Jesus: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Jo 8:32). Jesus quer pessoas santas andando com Ele. O homem comum não tem capacidade para andar nesse caminho. Somente andarão os valentes do Senhor.

Se por alguma razão você parou de andar neste caminho, saiba que Jesus está com as mãos estendidas, aguardando sua decisão de caminhar junto novamente.

Este é o momento melhor. Haverá grande alegria nos céus, pela mudança de vida e pelo seu novo caminhar.

Há um ditado que diz: “Todos os caminhos levam a Roma” (referindo-se ao céu). Isto não é verdade. Este pensamento é diabólico. Algumas religiões apresentam filosofias lindas, mas não salvam. Somente Jesus tem o poder e as chaves dos céus. Depois que ressuscitou vitorioso, Jesus pôde dizer: “Eis que estou vivo para sempre. E tenho as chaves da morte e do inferno.” Graças a Deus! Há anjos poderosos que vigiam o portal dos céus. Ali não entrará nada que possa contaminar o ambiente celestial. Certa vez, o discípulo Tomé disse: “Senhor Jesus, nós não sabemos para onde vais, como poderemos saber o caminho?” Jesus respondeu-lhe: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim” (Jo 14:6). Continuou Jesus: “Estou há tanto tempo convosco e não me tendes conhecido Felipe? Quem me conhece, conhece meu Pai. Eu sou o caminho que leva ao Pai.” Como Tomé, pode ser que você esteja freqüentando o Grupo há muito tempo e ainda tenha dúvida sobre o caminho. Procure alguém, converse, tire a dúvida que há no seu coração.

No final da caminhada terrena, haverá um grande e terrível dia de julgamento para todos os que conhecem os ensinamentos do evangelho e não obedecem, ou seja, para os ímpios. “O sol se converterá em trevas e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor” (Jl 2:31). “… então vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não o serve” (Ml 3:18).

Havia um cientista do qual era muito amigo. Ele falava sete idiomas e tinha muitos amigos em vários países, com os quais mantinha correspondência. Certa vez quando conversávamos, ele me disse: “Franco, você é um homem muito feliz porque acredita no futuro; tem esperança e consegue ver depois da morte. Mas eu vejo tudo cinzento na minha frente.” Ele queria dizer: “Não tenho esperança no amanhã eterno. Para mim, não tem caminho – eu vejo tudo cinzento.” Meus amigos, que não seja assim com vocês. Não vejam tudo cinzento! Jesus Cristo, o Filho de Deus, é o autor e consumador de nossa fé: “Cristo em nós, a esperança da glória”. O Senhor te oferece momentos de regozijo na sua presença, porque Ele é o Príncipe da Paz. Pode confiar! Para alcançar o alvo desejado, teremos muitas lutas enquanto estivermos neste mundo, mas nosso companheiro por excelência será Jesus. Com Ele teremos êxito em nossa caminhada, porque Seu nome é o símbolo da vitória. Portanto, não podemos desanimar. Quando nos reunimos, esse caminho nos leva à sala do trono, onde o Senhor nos espera para derramar as suas bênçãos  e onde atende as nossas orações porque Ele é o nosso intercessor junto a Deus Pai.

Deixe o ímpio os seus caminhos e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar. Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.

Antes que venha o terrível dia do Senhor!!!

Comentários

Deixe um comentário